invictus_treinamentofuncional

Colesterol e Exercício Físico

Colesterol e Exercício Físico

COLESTEROL “RUIM” ALTO: LEIA E NUNCA MAIS SE ENGANE COM ESSA HISTÓRIA

Estar com níveis de colesterol alto e triglicérides em excesso tem seus vilões e consequências graves.  Os sintomas são quase imperceptíveis, o que torna o diagnóstico por muitas vezes tardio. E é errado dizer que o colesterol é ruim. Sim, te enganaram até hoje.

O QUE É COLESTEROL: O *MOCINHO* DA HISTÓRIA

NUNCA MAIS O VEJA COMO VILÃO. NUNCA MAIS!

Sendo o mais breve possível, ok. O que é colesterol?

O COLESTEROL é uma molécula indispensável para a vida humana. É sintetizado no fígado e no intestino, através do que chamamos da Acetil-CoA. Então, é correto afirmar que existem duas grandes fontes de colesterol para o corpo: a fonte ENDÓGENA (produzido pelo próprio corpo) e a fonte dietética.

Se engana quem pensa que o COLESTEROL é gordura. Colesterol é um LÍPIDE, e nem todo lípide é gordura.

Especificamente nesse artigo vou abusar dos vídeos, que prometo serem curtos. Mas devido à complexidade do tema, eles contribuem demais para um entendimento rico e tranquilo.

Dr. Lair Ribeiro é um dos maiores médicos do mundo. Veja o que ele diz sobre colesterol e sobre uma verdade que poucas pessoas sabem: Hoje, 2017, já se tem conhecimento de 11 TIPOS DE LDL, DOS QUAIS 9 SÃO EXTREMAMENTE BENÉFICOS PARA SUA SAÚDE.

E você tomando remédio para baixar colesterol hein…

Suas funções são determinantes para o nosso controle fisiológico e é possível afirmar sem nenhum tipo de arrogância que se ele não existisse, simplesmente você não estaria lendo esse artigo.

O colesterol, no organismo, se manifesta desde as fases iniciais do desenvolvimento fetal até ao fim da vida do indivíduo, sendo as mais importantes as que se relacionam com as membranas celulares, a síntese de hormônios esteroides, dentre eles os sexuais, a síntese de sais biliares e de vitamina D.

Portanto, como dito, sem COLESTEROL, sem vida.

Mas o que faz ele ser tão temido?

O colesterol é hidrofóbico. Isso quer dizer que para ser levado pelo sangue para os diversos tecidos do nosso corpo, ele precisa obrigatoriamente de um transportador específico, que consiga literalmente lhe dar uma carona no plasma sanguíneo. E esse papel cabe ao que chamamos de LIPOPROTEÍNAS CARREADORAS, tão conhecidas da população como LDL e HDL. 

O que sempre questiono é a nomenclatura, pejorativa ao meu ver, dada ao LDL como sendo o COLESTEROL RUIM (???) e o HDL como o COLESTEROL BOM.

 Não se engane. O verdadeiro vilão do perfil lipídico no sangue não são as lipoproteínas carreadoras, mas o triglicérides.

LIPOPROTEÍNAS: O MEIO DE TRANSPORTE DO COLESTEROL

E é meu dever dizer que elas são boazinhas sim.

Então vamos lá. Seguindo a história, o colesterol por si só assume funções vitais para a vida humana. Mas, com certeza você já fez algum exame de sangue que mostra alguns nomes associados ao colesterol.

Assim que disponibilizado, o colesterol passa a exercer suas funções em diversos tecidos corporais. Tendo isso em vista, as lipoproteínas assumem fundamental protagonismo.

Abaixo, vamos discorrer sobre o funcionamento e composição de cada uma das lipoproteínas, e por que muitas vezes o sinal vermelho 🚦 é ligado após a leitura de um exame de sangue indicando DISLIPIDEMIA. O site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia indica o elevado risco de ATEROSCLEROSE, sendo causa de mais da metade da morbidade e mortalidade em todo o mundo. Mas, já aviso o seguinte: a culpa não é do COLESTEROL TOTAL, onde consideramos também o número das lipoproteínas. O culpado mesmo se chama: TRIGLICÉRIDES.

A boa notícia é: o controle dos níveis de colesterol, de seus transportadores, e claro, do vilão TRIGLICÉRIDES é absolutamente possível e esperado dentro do contexto do exercício físico.

 

METABOLISMO LIPÍDICO

É importante ressaltar antes do início da sua leitura que o METABOLISMO LIPÍDICO tem um complexo sistema que exige pleno funcionamento fisiológico. Como a intenção aqui é esclarecer, e não complicar, vou me abster de termos tão técnicos, ainda que em alguns casos isso seja impossível. E, também não me aprofundarei em alguns dos principais agentes dentro do metabolismo lipídico, como as enzimas LIPASE LIPOPROTEICA (LLP), LIPASE HORMÔNIO SENSÍVEL (LHS) e CARNITINA PALMITOIL TRANSFERASE (CPT-I eII).

Não estou negligenciando, em hipótese alguma. Apenas, para um entendimento mais breve, não vejo necessidade de citá-las. No entanto, caso fique alguma dúvida em relação ao funcionamento dessas enzimas dentro do contexto geral, clique a qualquer momento na caixa do rodapé e me chame AO VIVO, ok.

Ou,se preferir, deixe aqui sua mensagem.

LDL (LOW DENSITY LIPOPROTEIN)

Sem essa de COLESTEROL RUIM. Colesterol é bom, essencial e ponto.

Nesse ponto de vista, até a inofensiva ÁGUA pode se tornar má. Tendo como exemplo, o estudo de Heinz Valtin  para provar. Veja no site do American Journal of Physiology.

Já ouviu falar de água boa ou ruim? Água é água.

Essa história de colesterol bom ou ruim é balela. Colesterol é colesterol.

Veja a composição de uma molécula de LDL.

colesterol-invictus_treinamentofuncional
Composição LDL _ Invictus Treinamento Funcional

O que acontece quando se tem níveis elevados de LDL no sangue é o seguinte:

Defeitos no receptor ou na APO B-100 (uma apolipoproteína contida na molécula de LDL) dificultam sua captação celular. Um mecanismo de sinalização-resposta parecido com o que acontece entre a INSULINA e o controle da glicemia, como visto no artigo sobre Diabetes. Desse modo, a concentração plasmática de LDL sobe assim como sua permanência no espaço subendotelial, dando a possibilidade de alteração em sua composição lipídica ou proteica.Essa alteração gera dificuldade na comunicação celular gerando resposta inflamatória endotelial. Essa resposta em geral é a migração e ação dos MACRÓFAGOS, uma das células de defesa do sistema imune. Essas células, por sua vez, se tornam repletas de colesterol, convertendo-se em células espumosas, cujo aparecimento é o primeiro passo para processos aterogênicos.

[epico_capture_sc id=”367″]

O vídeo abaixo explica de modo muito rápido e didático esse processo:

E, na imagem abaixo, pode-se perceber como esse processo prejudica a circulação sanguínea a médio e longo prazo.

colesterol-invictus_treinamentofuncional
Aterosclerose – A longo prazo a luz dos vasos dimunui
colesterol-invictus_treinamentofuncional
O sangue passa a encontrar maior resistência em seu fluxo devido à semi-obstrução causada pela ação dos macrófagos no tecido subendotelial.

Ao final desse processo complexo, o excesso de colesterol causa disfunção endotelial, dando início à formação de PLACAS DE ATEROMA.

Percebeu que escrevi sobre níveis altos, mas não citei nenhum número, certo? Isso porque, em meados de 1970, níveis aceitáveis de colesterol sanguíneo era de 320. Hoje, 250. A ciência avançou ou as indústrias farmacêutica (ex: estatinas) e alimentícia (ex: aquela margarina que diz que cuida do seu coração) viram no colesterol uma fonte inesgotável e manipuladora de dinheiro?

Após muitos estudos, eu fico com a segunda.

E, o que determina se essa ação será deletéria a longo prazo é a quantidade de triglicérides em relação às lipoproteínas.

O triglicérides é a grande chave e causa real de preocupação. Então, sem essa de COLESTEROL RUIM.

Fica aqui mais um vídeo super interessante, agora do Dr. Rocha. Não se sinta mal, apenas saiba a verdade.

 

HDL (HIGH DENSITY LIPOPROTEIN)

O dito colesterol bom pode ter papel tão nocivo quanto ao LDL.

Como assim?

Basta que ele esteja em níveis abaixo do recomendado. Estando abaixo do esperado, o que chamamos de TRANSPORTE REVERSO DE COLESTEROL fica comprometido, fazendo com que as ações do LDL em excesso do tecido subendotelial não sejam neutralizadas.

colesterol-invictus_treinamentofuncional
Composição HDL – Invictus Treinamento Funcional

Quando ocorre o transporte reverso de colesterol, o colesterol é retirado dos tecidos e levado para sua eliminação por dois mecanismos:

1. Indiretamente, por um processo de troca de lípides;
2. Diretamente no fígado.

Em ambos, é atribuído a um receptor específico da superfície celular, responsiva para APO A-I. O fígado por sua vez, as recebe através de receptores B, E (APO E).

Veja no vídeo abaixo sua ação:

 

Isso tende a tornar os riscos de doenças relacionadas ao processo aterosclerótico mais baixas. Mas, volto a dizer, desde que seus níveis estejam adequados. Se estiverem baixos, é mais problema que níveis altos de LDL.

Mas, se preocupe de fato com o que vem abaixo.

TRIGLICÉRIDES 😱

Os triglicerídeos tem função dentro do metabolismo energético. Ele é formado por moléculas de glicerol e ácidos graxos.

Com toda certeza, é um dos principais combustíveis para o exercício, e tanto sua ação como seu controle serão mais explicados mais abaixo.

colesterol-invictus_treinamentofuncional
Molécula de Triglicérides

Sua utilização se dá nas mitocôndrias, sendo carreadas para o interior da matriz pelo aminoácido CARNITINA. Uma vez dentro das células, a carnitina se separa dos ácidos graxos, para que se siga o metabolismo lipídico, em um processo denominado BETA-OXIDAÇÃO. Daí, a geração de ATP’s sobe absurdamente. Apenas uma molécula de Triacilglicerol é capaz de gerar até 34 ATP’s na CADEIA RESPIRATÓRIA, quantidade até 7 vezes maior em comparação à glicólise.

Ele sim é uma gordura, não o colesterol. Ele sim pode te levar à esteatose hepática e à pancreatite.

Seus níveis em excesso causam estragos muito mais relevantes do que o número total de lipoproteínas no sangue. Talvez, a associação que se faça é que dificilmente um exame de perfil lipídico mostrará níveis elevados de triglicérides com níveis normais das lipoproteínas.

Aí, qual você acha que será o carro-chefe do tratamento? Baixar LDL!Não!

O que tem que baixar são os triglicérides! Simplesmente porque eles vão puxar os níveis de LDL para cima e os de HDL para baixo, e não o contrário!

Ele é causa, não o efeito!

Volto com a ideia da indústria. Quem é o principal responsável pelo aumento de triglicérides no sangue? O consumo de gorduras?

Não mesmo.

O consumo de carboidratos, claro. Entre em um supermercado e veja a oferta de carboidratos em todas as prateleiras!

E as gorduras então! Lembra da margarina que cuida do seu coração? Ou aquela bolachinha super Fit. Olhe o rótulo e veja se tem ou não tem conservantes com nomes malucos. Gorduras boas tem outras fontes, e boas mesmo, não tem rótulos.

Não cabe a mim dizer o que comer, não é minha alçada. Mas me parece lógico: já viu propaganda para consumo de abacate ou limão?

E nem vai ver. Isso não dá dinheiro entende.

Para pensar.

O PAPEL DO EXERCÍCIO FÍSICO 💪

No geral, o exercício altera consideravelmente os níveis de colesterol e seus transportadores.

Mas, o que importa mesmo é a queda dos triglicérides certo?

Um artigo publicado pelo European Heart Journal apontou que após 16 semanas de treinamento físico, de três a quatro vezes por semana durante 1 hora, resultou em diminuição dos níveis de LDL e aumento dos níveis de HDL e queda dos triglicérides. É isso que se espera em relação ao perfil lipídico de uma pessoa saudável.

Os efeitos protetores do HDL também são citados no artigo High-density lipoprotein cholesterol (HDL-C) in cardiovascular disease: effect of exercise training, e evidenciam ainda mais a importância do exercício físico estruturado para o controle do colesterol.

Quando digo exercício estruturado, pense em começo, meio e fim. E claro, critérios bem estabelecidos pelo profissional de educação física, visando adaptações positivas e seguras diante um número cada vez maior de casos de DOENÇAS ATEROSCLERÓTICAS na nossa sociedade, resultado de eventos multifatoriais, sendo o sedentarismo um dos grandes determinantes para isso.

Então veja. Todo o seu sistema vascular será beneficiado. Não se restringe apenas à saúde do coração, mas também à prevenção de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e a um melhor funcionamento inclusive do sistema linfático, tão suscetível à tumores nas últimas décadas.

Uma pessoa ativa fisicamente apresenta melhores níveis de colesterol em relação aos seus congêneres de mesma idade, mas que são sedentários.

NÃO SE TRATA APENAS DE SE ALIMENTAR MELHOR OU APENAS CAMINHAR. ESTAMOS FALANDO DE TRATAMENTO, E TRATAMENTO TEM CRITÉRIOS, ANÁLISES E RESULTADO.

E os triglicerídes? Se você estava esperando uma resposta super elaborada, com citações e nomes difíceis, #perdeuplayboy ✌️

Se eles fazem parte dos principais combustíveis do exercício, basta…

…se exercitar. E corretamente, com critérios e acompanhamento.

Em todos os cenários, tanto no treinamento de força quanto no treinamento aeróbio, existe aumento do VO²Máx ou Pico. E quem será consumido com maior velocidade e qualidade? Os triglicérides.

Em uma analogia rápida. Se o tanque de combustível está super lotado, a ponto de prejudicar o funcionamento correto do carro, o que você deve fazer? Chamar o mecânico? Ou usar o combustível e deixar o tanque em níveis que não prejudiquem o funcionamento do carro?

Simples assim.

Não tenho dúvida que sua maneira de encarar colesterol será outra a partir de agora.

Por essa você não esperava hein.

Grande abraço.